Crônicas Escolares

Educando Por Princípios

Psicomotricidade na Educação Infantil 03/11/2009

Filed under: Espaço para Professores — Ana Beatriz Rinaldi @ 16:25

Você já ouviu falar em Psicomotricidade?

Você educador da Educação Infantil conhece a importância da Psicomotricidade?

Sem o estudo da Psicomotricidade não podemos  compreender com profundidade como a criança toma consciência do seu corpo e das possibilidades de se expressar pôr meio deste corpo, locoalizando-se no tempo e no espaço

A Psicomotricidade contribui de maneira expressiva para a formação e estruturação do esquema corporal, o que facilitará a orientação espacial.

Para que ocorra o Desenvolvimento Psicomotor, faz-se necessário compreender a ação da Pré-Escola na estimulação do desenvolvimento psicomotor da criança. Não como um trabalho estanque no currículo pré-escolar, mas sim como um cuidado especial da professora em oferecer através das atividades livres e criadoras do dia-a-dia da Pré-Escola, estímulos ao desenvolvimento das percepções e dos movimentos, não se perdendo de vista o ser como um todo, único e essencialmente psicológico e social”. (Rita de Cássia Martins Barbosa”: Curso ESAB)

As  atividades realizadas na Pré EScola, devem ser da escolha da criança para que haja livre expressão. Desta forma, a criança estará desenvolvendo atitudes de iniciativa, responsabilidade, direção da própria atividade e criatividade. Mas se o trabalho proposto se resumir a fazer a criança seguir linhas,cobrir pontinhos ou áreas pré-determinadas, a criança estará aprendendo a executar tarefas sem considerar se os motivos que as originam são verdadeiros como provenientes de necessidades sua,ou não e pode até formar uma barreira caso resolva comparar o padrão das suas produções com as dos adultos.

Alguns exemplos de materiais que estimulam a psicomotricidade:


Alinhavo:

Os alinhavos são materiais que estimulam a coordenação viso-motora, a direcionalidade e o controle do tônus muscular.

Existem modelos disponíveis no comércio, estruturados em vários materiais, desde peças de madeira a emborrachados e tecidos.

Dependendo do tipo da figura, os alinhavos podem servir para a ampliação de conhecimentos de diversas áreas e para serem usados com crianças de diversas idades.

É preciso ter cuidado na escolha do material! À crianças pequenas não devem ser oferecidas agulhas, mesmo que sejam sem ponta, porque podem oferecer perigo de acidentes. O mais indicado é um cordão de sapato ou fios de lã ou barbante com as pontas envolvidas em cola plástica, de forma que estejam endurecidas e facilitem o trabalho.

Com crianças muito agitadas ou hiperativas os alinhavos trazem como resultado, além do que já foi citado, maior concentração e controle da impulsividade.

Enfiagens:

A ação de enfiar é uma das que mais desenvolve a coordenação viso-motora e a direcionalidade. Tal atividade pode também ser útil quando se pretende trabalhar noções matemáticas importantes para a construção da idéia de número, tais como as de ordem e série.

O importante é a escolha do material. As contas ou qualquer outro material utilizado não devem ser muito pequenos, porque o tamanho está intimamente ligado à habilidade necessária para o seu menuseio. Quanto menor o material, mais habilidade manual exige. O fio não deve ser muito fino e tem que possuir a flexibilidade necessária para que as crianças possam manuseá-lo sem muito esforço e tensão suficiente para que os objetos não se soltem durante a enfiagem. Os mais indicados são os de algodão.

Os Quebra-Cabeças

Os quebra-cabeças são jogos que desenvolvem fundamentalmente, mediante exercícios manuais de coordenação viso-motora, a capacidade de análise e síntese por meio de sucessivas desintegrações e integrações do “todo” e suas partes.

A criança pode ser iniciada neste jogo a partir dos três anos.

A gradação de seu uso está determinada pela análise dos seguintes elementos:

  1. qualidade e quantidade das figuras que compõem a imagem total da prancha.
  2. qualidade e quantidade dos cortes nos quais está dividida a imagem total dos quebra-cabeças.

Quanto à qualidade e quantidade de figuras, sugerimos a seguinte

Se desejar mais exemplos, entre em contato!

Anúncios
 

One Response to “Psicomotricidade na Educação Infantil”

  1. Celia Miranda Says:

    PARABÉNS! UMA EXCELENTE CONTRIBUIÇÃO PARA NÓS PROFESSORES…COM CERTEZA VOU TRABALHAR COM MEUS ALUNOS.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s